A cidade de Posse-GO será atendida com serviço Aeromédico

A justificativa do Secretário, através de e-mail enviado ao Sr. Jeferson Espínola, piloto policial de helicóptero do Departamento de Policia Rodoviária Federal, do Serviço Aeromédico, lotado na Base DOA/DPRF-Brasília, foi a de que muitas vidas têm sido perdidas por extemporaneidade no atendimento, apesar dos esforços heróicos daqueles que ali atuam, tanto no SAMU, como no Corpo de Bombeiros Militar e no nosso Hospital Municipal atendendo a  inúmeros casos de acidentes graves, especialmente na BR- 020.

Os Chefes de Divisão de Operações Aéreas, Robert de Melo Silva e Ednilson Bruno Silva,  ao tomarem conhecimento da nossa realidade, ficaram sensibilizados e irão ajudar a nossa população no que for possível, já que Posse, passa somente um pouco do raio de ação do Serviço Aeromédico que é de 180 quilômetros em linha reta a partir de sua base em Brasília, e a aeronave da Polícia Rodoviária Federal possui autonomia para chegar  ao município do Nordeste Goiano para efetuarem a remoção dos pacientes com as seguintes características:
 

  • Acidentes Automobilísticos de Natureza Grave em Rodovias;
  • Remoção Compulsória de Politraumatizado;
  • Traumatismo Crânio Encefálico Grave e Casos Compulsórios com Risco de Morte.

Nos casos de remoção compulsória de politraumatizado, traumatismo crânio encefálico grave e casos compulsórios com risco de morte, onde o paciente encontra-se internado em uma Unidade de Atendimento Hospitalar, o acionamento deverá ser realizado pelo chefe de equipe do hospital ou médico assistente, solicitando o serviço às Centrais de Regulação SAMU através dos telefones 192 nas regiões de Brasília.
Nos casos de acidentes de natureza grave em locais de difícil acesso, em rodovias, vias públicas, bairros, vilarejos e cidades, o acionamento poderá ser realizado por qualquer cidadão, através das Centrais de Informações Operacionais da PRF pelo número de telefone 191 ou Centrais de Regulação do SAMU através do número 192.

O Departamento de Polícia Rodoviária Federal possui avião e helicópteros na configuração de suporte avançado de vida e resgate.

O referido Serviço Aeromédico do Governo Federal é gratuito, onde as despesa já são custeadas pelo Convênio entre o DPRF/Ministério da Justiça e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência/Ministério da Saúde.

Fonte: PRF
Texto: Ivan Carlos Brasileiro