Catadores denunciam incêndio criminoso no Aterro Sanitário de Posse

Eles apontaram o autor do crime, informando que este não foi o primeiro incêndio ateado por este catador, que não mora dentro da área do aterro, mas se autodenomina líder dos trabalhadores locais. 
 
Por medo de represálias, os nomes dos denunciantes estão sendo preservados. Como ainda é apenas uma denúncia, sem comprovação do fato, nós não estamos divulgando o nome do indicado pelos crimes. De acordo com os depoimentos, este senhor havia ameaçado, na semana passada, atear novo incêndio, justamente no material já colhido para a reciclagem e foi exatamente o que ele fez na manhã desta sexta-feira. 
 
Para os demais catadores e suas famílias o prejuízo é incalculável. O acusado, há cerca de um mês, havia gravado vídeo no qual afirmava serem os funcionários da Prefeitura de Posse que ateavam o fogo no Aterro, o que já havia sido contestado por seus colegas. 
 
De acordo com o Secretário de Limpeza Urbana, Chefe, o fogo foi ateado em um material extremamente inflamável, como papel e plástico, o que impedirá que as chamas sejam dominadas em poucas horas. A Secretaria de Meio Ambiente e os Bombeiros já foram acionados para fazer o controle dos danos e usar máquinas e tratores para apagar as chamas. 
 
O acusado de ter cometido o crime não compareceu à Polícia Civil, que está à sua procura. De acordo com as informações colhidas pela própria Polícia, ele também se evadiu do lixão e de sua residência.