Em uma semana campanha contra o aedes já visitou mais de cinco mil domicílios em Posse

Para o prefeito José Gouveia este resultado superou todas as expectativas. A secretara de Saúde, Bete Manieri ressalta que só foram vistoriados ainda os setores Central, Funcionários, Vila São José, Cafelândios, Vila Morena e Vale do Amanhecer.
 
 “O que é mais preocupante é que todos os focos encontrados pelas equipes foram dentro das residências. Nenhum foco nas ruas ou terrenos baldios. Por mais campanhas que façamos as pessoas ainda não estão tomando o devido cuidado para combater o aedes aegypti”, afirmou Bete Manieri.
 
“Antigamente era preocupação só a água limpa e parada, hoje não. O mosquito coloca as larvas na água suja. Basta apenas uma gota num quintal”, explicou a secretária. A Campanha de forma intensiva durará um mês, mas o combate ao mosquito em Posse será permanente, alertou.
 
Manieri lembrou que o raio de contaminação pelo mosquito é de 300 metros e que uma pessoa infectada pode ir a outro setor trabalhar e ser picado lá e acabar por disseminar ainda mais as doenças provocadas pelo aedes, como a dengue, o zika vírus e a febre chikungunya. As fotos mostram o mapa de Posse, dois dos setores visitados (Central e Funcionários) e as áreas verdes estão livres do aedes e nas vermelhas foram detectados fotos.