Vice-prefeito Alex visita lixão e declara guerra contra a dengue

O servidor público da FUNASA, atendendo ao pedido de ajuda do vice- prefeito, também ficou perplexo com o que viu no lixão a céu aberto, localizado no perímetro urbano do município, as margens da GO: 108, que esta com seus dias contados de acordo com a Lei da politica nacional de resíduos sólidos e, nem por isso, aquele deposito de lixo deveria ser tratado dessa forma, “JOGO SUJO”. Os servidores públicos constataram que no interior dos citados pneus se acumulava água da chuva, ideal para a desova e proliferação das duas espécies de mosquito transmissores da dengue: Aedes aegypti e Aedes albopictus. Na ocasião declararam guerra contra a dengue.

Alex e Luiz Carlos chegaram num consenso de que os pneus devem ser retirados o mais rápido possível e doados a uma empresa de reciclagem, localizada em Luiz Eduardo Magalhães-BA, Brasília-DF ou Goiânia-GO em trabalho conjunto com a secretaria Municipal do meio ambiente.

Segundo o coordenador de controle de endemias, o UBV- Ultra Baixo Volume(Fumacê), para ser aplicado em determinados bairros ou na cidade como um todo, só após a notificação  e encaminhamento da Sorologia de todos os casos de febres, nesse período critico do ano,  para o Núcleo de Vigilância Epidemiológica. Ao ser notificado, o Núcleo de Vigilância Epidemiológica encaminha para o Núcleo de Controle de Endemias, para que o mesmo realize um bloqueio de transmissão, cercando um raio de 9 quarteirões de circunferência da residência da pessoa afetada através de um ciclo da UBV portátil, com vistorias em residências e quintais e, pela UBV pesada, 4 ciclos de 7 dias, realizando o bloqueio de transmissão com a nebulização de inseticida lançado de uma camioneta  percorrendo a partir desta segunda-feira(15) as ruas dos setores:  Vila da Serra, Mãe Bela, Setor Guarani, Setor Santa Luzia, Setor dos Funcionários, Vale do Amanhecer e parte do Centro,  como o primeiro “Fumacê” do ano aplicado na cidade de Posse.

""

Luiz Carlos, enfatiza: “Não adianta fazer a nebulização se for mantido o criadouro”. Ressaltando, que a população continue  empenhada para acabar com os criadouros domiciliares do vetor. Advertindo para quando o Fumacê passar, as pessoas deixem as janelas abertas, porque ele só elimina os mosquitos adultos. Obs. No período empreendido da semana 1 a 14 Posse teve 59 notificações.

O vice-prefeito Alex, por sua vez, diz: “Não adianta o governo fazer sozinho sem o apoio da sociedade”. Alegando o Gestor público, que a atuação conjunta, continuada e planejada, sociedade e governo, refletirão em respostas consistentes com a derrota do mosquito, através de uma guerra planejada, em que cada componente da sociedade possa agir como um soldado, não deixando acumular água em recipientes como: copos descartáveis, vasos de flores, latinhas, pneus, etc…não acumulando lixo no quintal e nem nas vias públicas. 

""

 

Texto e fotos: Ivan Carlos Brasileiro